Goleiro Da Islândia Que Defendeu Pênalti De Messi é Um Cineasta De Mão Cheia


Quer Mais Tempo Para Formar, Planejar E Indagar Suas Ações De Marketing?


Elas são as outras bolsistas do mestrado em empreendedorismo social da University of Southern California - USC e partem em 20/6. Confira! O que você localiza de fazer um mestrado em Empreendedorismo Social nos Estados unidos? Anualmente, a Fundação Lemann, em parceria com a University of Southern California - USC, apresenta duas bolsas de estudo para brasileiros no programa de Mestrado em Empreendedorismo Social.


O propósito é alavancar as iniciativas de um dos principais centros da faculdade, o Lloyd Greif Center for Entrepreneurial Studies e, ao mesmo tempo, privilegiar alunos brasileiros que possam gerar iniciativas de empreendedorismo e encontro social no Brasil. Em conclusão, os defeitos complexos atuais exigem perspicácia comercial e lideranças capazes de proporcionar uma transformação sustentável.


No próximo dia vinte de junho, duas brasileiras “do bem” embarcam pros EUA, onde darão começo ao teu programa de mestrado como bolsistas. A aposta nelas reforça o vontade de transformação no Brasil e o investimento em um serviço persistente e de grande impacto. A curitibana Liziane Silva, de trinta e dois anos, mora em São Paulo desde 2014. Criada em Economia pela Escola Federal do Paraná, tem uma sólida trajetória como empreendedora social. Criadora da INK, uma empresa voltada à gestão de projetos sociais, desde 2012, acumula com tua equipe 8 prêmios internacionais e nacionais. “Nós trabalhamos com uma certificação internacional em projetos sociais que é disseminada pelo mundo.


A INK agora trabalhou com 900 organizações, gerenciou cinquenta e três projetos e treinou mais de dois mil profissionais da área”, ela conta. “A apoio do nosso trabalho é fazer com que a gestão do projeto seja muito eficiente. Analisamos a maximização do potencial destas instituições, ampliando a utilização dos recursos e facilitamos a comunicação da rede. É um serviço de bastidores que garante que os objetivos propostos sejam cumpridos, causando o maior encontro possível. Desde o início de nossa trajetória eu sempre soube que a INK tinha muito potencial.


No entanto, eu bem como sabia que em algum momento ia desejar fazer coisas novas na especialidade de empreendedorismo social. Em 2015 comecei a organizar uma transição e no ano passado, com a corporação mais preparada, vi uma divulgação pela mídia sobre o assunto essa bolsa. Eu tinha uma viagem marcada para os Estados unidos pela mesma época e resolvi deslocar-se até a USC para perceber melhor o programa.


Essa visita fez muita diferença para mim, fiquei mais confiante para me candidatar. Um semblante do procedimento seletivo bastante valioso, foi o de poder expor as coisas que penso e sinto. Uma das perguntas mais complicados da entrevista foi já que no colégio eu tive ótimas notas e pela escola nem tal.


  • Quatro Passo 4 - Fazendo as modificações básicas4.1 Conhecendo as Páginas

  • 3 O que é (ou não é) a relevância? 3.Um A relevância não é subjectiva

  • sete passos para desenvolver a tua estratégia de marketing de assunto

  • 2 Padrão Watts-Strogatz baixo universo

  • O espaço disponível é compartilhado por todos os produtos interativos

  • Carla Andrade

  • 6 Hospedagem do Website



Respondi que não estudei o que realmente me interessava pela escola, estava preocupada com o universo, queria focar em empreendedorismo social. Entendi a relevância do caminho do autoconhecimento. Conhecer seus pontos fortes e fracos e saber comentar deles com clareza é fundamental”, reforça. Esta não é a primeira vez que Liziane passa uma temporada estudando no exterior. Ao longo do ensino médio, fez um intercâmbio de um ano em Raleigh, Carolina do Norte. Ganhou uma bolsa de estudos oferecida na empresa onde teu pai trabalhava. “Morei com uma família americana e me encantei em conhecer gente do universo inteiro e viver culturas diferentes”.


Depois disso, fez um intercambio de 6 meses em Medelin, na Colômbia. Foi pela AIESEC, a maior organização estudantil do universo, trabalhar como empreendedora social. “Estou muito animada com a oportunidade. Aspiro falar do Brasil lá fora, revelar a nação civil incrivelmente eficiente que temos aqui. Só que almejo comentar disso utilizando as ferramentas acadêmicas, a começar por busca. Quero fazer pontes e carregar conhecimento novo para as organizações.


Tenho quatrorze de anos de experiência na área e estou no momento certo para fazer um download do meu discernimento. Para mim esta é uma maneira de me reabastecer, imagino isto como um sabático, um ciclo de alteração com apoio, para reflexionar e comprar novos conhecimentos”, conclui Liziane. Formada em direito, Luciana Chalita, de 26 anos é de Aracaju.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *